12/02/2007

Governo federal vai distribuir para estudantes de escolas públicas de 13 a 19 anos uma agenda com dicas de beijos,sedução, mas turbação e saúde.

O material faz parte do programa Saúde e Prevenção nas Escolas – Atitude para Curtir a Vida e aborda temas variados que vão dos efeitos colaterais do aumento de peso (espinha e preguiça) até homenagem ao cantor Cazuza, morto por Aids.

A cartilha foi elaborada pelos ministérios da Saúde e da Educação ao longo de 2006 e testada com alunos do Distrito Federal. A primeira tiragem teve 40 mil exemplares e o governo pretende encomendar 400 mil cópias adicionais.

Na parte sobre beijos, a cartilha orienta que “beijar muitos desconhecidos numa única noite não é tão bom assim”, pelo risco de doenças. Mas compara o beijo ao chocolate, por “aguçar todos os sentidos” e “liberar endorfinas”, com a vantagem de ainda “queimar calorias”, ao contrário do doce.

Um item que pode instigar polêmica entre pais são as duas páginas dedicadas às “ficadas”. Em uma delas, há espaço para o aluno preencher os detalhes das mais espetaculares de sua vida -com o esclarecimento de que a “ficada” compreende várias coisas: beijar, namorar, sair e transar.

“O foco é o jovem, não a eventual censura que possa vir de um pai”, explica a diretora do Programa Nacional DST/Aids, Mariângela Simões.
“A realidade é essa, “ficar” hoje é parte da vida de muitos jovens e o caderno é para anotações pessoais”, disse. A cartilha se chama “O caderno das coisas importantes – Confidencial”.

COMENTÁRIO: Prof. Felipe Aquino

A Cartilha do Governo Federal, parte do programa “Saúde e Prevenção nas Escolas – Atitude para Curtir a Vida” ultrapassa todos os limites da imoralidade, da deseducação e esbarra na depravação sexual.

Não acreditávamos que pudéssemos chegar a tão baixa imoralidade.
Simplesmente os ministérios da Saúde e da Educação tratam os nossos filhos e netos como animais que apenas têm corpo como se fossem feitos apenas para se divertir.

Toda a transcendência do ser humano foi jogada no lixo. Estimula-se o jovem, vergonhosamente, a viver o sexo a qualquer momento, sem responsabilidade e compromisso, completamente fora dos desígnios de Deus.

O jovem não foi feito para o prazer, mas para o desafio. (Paul Claudel)
Você que ainda tem bom senso e que tem filhos e netos, tenha compaixão deles, o oriente!

cancaonovanews.com – a melhor forma de se informar